A união faz a Força: O Poder do Co-Branding

Vamos Responder

O que é co-branding?
Como o co-branding pode ajudar no seu negócio?
Como encontrar uma marca parceira?

Mercados competitivos às vezes podem parecer selvagens, com as marcas disputando alucinadamente por oportunidades de negócios e clientes.

Sim, a competição é acirrada, mas não é raro vermos marcas trabalhando em parceria. Isso é o que chamamos de co-branding.
Há diferentes maneiras de se fazer um co-branding, mas vamos nos concentrar nas duas mais comuns ok.

Juntas, as marcas podem criar novos produtos e serviços que unam as características mais populares de cada uma delas. Ou podem vender seus produtos que já existem como um pacote.

Provavelmente você já viu um co-branding, pode até ser que você consuma produtos oferecidos em co-branding regularmente. Vamos dar uma olhada em alguns exemplos.

Isto é co-branding?

Se você respondeu que sim, para as três imagens acertou.

Pois, a Coca-Cola e OPI / Surf e Fofo / Biscouto Bauducco e Ovomaltine mostram como o co-branding pode criar novos produtos e serviços interessantes que beneficiem ambas as marcas.

Co-branding não se trata apenas de criar um novo produto ou serviço incrível. Na verdade, é uma maneira estratégica e inteligente de alcançar suas metas de negócios.

Ao fazer uma parceria com uma marca que oferece produtos diferentes dos seus, você consegue impactar os fãs e clientes dela – em outras palavras, um mercado completamente novo ao qual você normalmente não seria exposto.

E toda vez que pessoas fora do seu público alvo notam sua marca, a visibilidade dela aumenta consideravelmente.

O co-branding também pode ajudá-lo a descobrir novas fontes de receita e aumentar as vendas em alguma área mais fraca (sazonalidade, localização, demografia e etc.)

Fique Atento

Co-branding não é apenas para grandes marcas como demonstramos. Podemos dar um exemplo: de uma cafeteria pode fazer parcerias com torrefadores que tenham valores similares aos de sua marca e usar o produto deles. Assim a cafeteria consegue atrair os fãs do torrefador e o café do torrefador é apresentado aos clientes da cafeteria.

Planejando

Para começar a planejar um co-branding, você deve analisar quais marcas seriam boas parceiras para você.

Procure por marcas que tenham os mesmo valores que a sua e que atraiam um público similar ao seu. Fazer parceria com um concorrente direto não seria uma boa ideia, por isso, considere seus concorrentes indiretos.

Uma vez escolhido o parceiro para o co-branding, é hora de analisar as ofertas e objetivos de ambos os negócios e verificar se eles estão alinhados.

Observe os produtos ou serviços pelos quais as marcas são conhecidas. Quais são seus principais benefícios e diferenciais. Como cada um de seus produtos ou serviços se complementam?

Os produtos não precisam se complementar fisicamente como a Coca-Cola e esmalte OPI, mas a união deles agregou valor para seus clientes mútuos. Neste caso, as duas marcas juntaram-se para oferecer “Coca-Cola by OPI“, uma linha de 9 esmaltes de unhas inspiradas por algumas das bebidas mais populares da Coca-Cola, incluindo Diet Coke, Coca-Cola, Cherry e Coca-baquetas, Sprite, Fanta e o clássico Coca-Cola vermelha. Algumas cores são inspiradas nas cores das bebidas, enquanto outros foram inspirados pela embalagem. A ideia por trás dessa estratégia de co-branding é ilustrar o fato de que ambas as marcas entregam a felicidade em uma garrafa, seja um gole refrescante de Coca ou unhas perfeitamente polidas com laca de unha OPI. Eles também visam os consumidores à procura de produtos icônicos e de qualidade.

Questão

Considere também a missão principal da sua marca. O que a outra marca agrega ao seu produto ou serviço para ajudá-lo a chegar mais perto deste objetivo?

Bem, vocês têm produtos complementares, estão de acordo sobre seus objetivos e valores…agora que tipo de produto vocês querem criar juntos?

Decida se vocês querem criar um produto completamente novo, combinar diferentes produtos em um ou oferecer diversos produtos em uma embalagem promocional.

Uma vez decido o produto que vocês querem criar em co-branding e iniciado o seu desenvolvimento, certifique-se de que ele se mantenha fiel a sua marca.

Fique atento aos interesses da sua marca

O parceiro pode ofuscá-la? Seu negócio pode ser prejudicado por clientes com experiências ruins com o parceiro?

Por fim, saiba que combinar sua marca com a outra pode ser delicado. A identidade visual, voz e linguagem do produto fruto da parceria devem ser desenvolvidos em conjunto e ficar confortáveis para ambos.

Vamos fazer agora

Talvez você ainda não tenha decido o produto que quer promover ou escolhido um parceiro, mas que tal a CG Click criar uma lista de tarefas para você se preparar para sua futura campanha de co-branding?

1. Definir um público, local ou época do ano onde eu preciso aumentar as vendas.
2. Fazer uma lista com os maiores benefícios e diferenciais do meu produto/serviço principal.
3. Definir um público, local ou época do ano onde eu preciso aumentar as vendas.
4. Verificar se os consumidores frequentemente usam algum outro produto serviço em conjunto com o meu.
5. Colocar no papel a missão ou foco primário da minha marca.
6. Definir os valores da minha marca e criar um guia de identidade visual.
7. Definir meu público alvo.
8. Analisar marcas que não sejam minhas concorrentes mas que tenham o mesmo público alvo que o meu.
9. Analisar meus concorrentes indiretos com público alvo similar ao meu.

Depois de concluir todos os itens da lista e identificar um potencial parceiro, você pode começar a desenvolver sua proposta de co-branding.

E é isso pessoal, se você gostou da dica não esqueça de deixar o seu comentário logo abaixo e também de compartilhar para que mais pessoas possam aprender.